Pin It

Como cuidar de orquideas silvestres em casa.

orquideas silvestres

Sempre achei as orquideas são flores lindas que proporcionam um ar intenso e tropical para as casas, mas para permitir sua sobrevivência é necessário se atentar aos seus cuidados e suas devidas condições para seu progresso e floração.

Veja algumas informações e dicas rápidas para alcançar a beleza de sua flor e mantê-la saudável o ano todo. Confira!

Dicas rápidas para cuidar de orquideas silvestres em casa…

Você sabia que todas as orquideas são silvestres e que cada espécie é classificada em grupos? Tais como…

As orquideas terrestres que brotam no solo.

As orquideas ruidosas que surgem  nas rochas.

As orquideas subterrâneas que brotam  no subsolo.

As orquideas Epífitas que são as que sobrevivem em tronco de árvores.

E as orquideas Saprófitas que aparecem no meio da mata.

Por se adaptarem em qualquer ambiente, ela também pode ser mantida e cultivada dentro de casa. Falo mais sobre isso no artigo sobre Como cuidar das orquideas em casa.

No entanto é necessário alguns cuidados essenciais para a sobrevivência e desenvolvimento de suas flores. Para cultivar essas plantas dentro de casa primeiramente você deve manter os vasos em locais arejados onde não receba a luz direta do sol, pois isso pode mata-las.

Ela precisa também de uma quantia equilibrada de água, mas lembre-se que muitas orquideas morrem mais por excesso de rega do que pela escassez.

Para quem quer aprender a cuidar das orquideas essa é uma regra fundamental. Volta e meia as raízes das orquideas precisaram de mais espaço em seu vaso para se desenvolverem melhor.

Logo é necessário que você busque um vaso com espaçamento de aproximadamente um dedo a mais que o anterior e replante sua flor adequadamente.

A luminosidade também é um aspecto muito importante para o desenvolvimento dessa planta, a orquidea deve estar com folhas verde claro para notificar que está saudável. Se ela aparentar uma cor amarelada significa que está seca, ou seja, com falta de água e excesso de luz solar.

Tome cuidado com isso…

Qual a melhor espécie de orquídea silvestre para se cultivar dentro de casa.

De acordo com a sua condição, tempo livre e ambiente da sua casa você poderá escolher a espécie de orquidea silvestre que melhor se adéqua ao seu lar. É necessário conhecimento para acertar na escolha.

A orquídea Phalaenopsis por exemplo é a mais simples para se manter em casa devido ser a orquídea silvestre com uma grande resistência.

Ela se desenvolve bem em temperaturas quentes e mesmo que você esqueça completamente em um dia de correria de rega-la, ela consegue se manter firme e forte por um bom tempo.

Mas, se você faz o estilo de cultivadora que está sempre atenta a sua planta e costuma regar constantemente, as suas orquídeas ideais são as Cattleya e a DendrobiumElas carecem um pouco mais de atenção, cuidados e de seu tempo livre.

A orquídea Pafiopédilo pode ser a sua planta ideal se o ambiente em que você mora, não possui muita luminosidade. Segundo o professro Alberto em seu curso essa espécie está acostumada a viver em ambientes mais sombreados e sem muita luz solar.

Orquideas silvestres: Cuidados especiais…

Usar o substrato correto é importante para o desenvolvimento de sua orquídea seja qual for a sua escolha. Afinal essas flores necessitam de um espaço, facilidade e ambientação que a terra não oferece.

O clima também é um fator que influencia no crescimento das orquideas silvestres, o ideal é manter a temperatura o mais natural possível de acordo com o habitat natural da sua flor sendo que algumas preferem uma temperatura quente enquanto outras um clima mais úmido e fresco. Mas todas precisam de boa ventilação.

A rega e a fertilização também são necessários, alguns grupos necessitam de uma quantidade maior de água e nutrientes, já outras nem tantoFique atento a isso!

Você gostou desse artigo?

Quer aprender vendo na pratica como cultivar orquídeas em casa sem sofrer?

Então clique AGORA no banner abaixo e saiba mais!

Deixe seu comentário!